"Tudo durou minutos, foi muito rápido", diz testemunha que estava em igreja durante tentativa de assalto em Blumenau - Polícia - Hora

Versão mobile

Relato11/07/2016 | 12h46

"Tudo durou minutos, foi muito rápido", diz testemunha que estava em igreja durante tentativa de assalto em Blumenau

Trio que perseguia motorista chegou na Congregação Evangélica de Confissão Luterana da Itoupavazinha às 19h e se deparou com 50 pessoas no local

Testemunhas que estavam no salão de festas da Congregação Evangélica de Confissão Luterana da Itoupavazinha neste domingo à noite presenciaram a ação do trio de assaltantes que perseguiu um motorista na Rua Frederico Jensen, em Blumenau. Ingelore Reiter foi uma das cerca de 50 pessoas que presenciaram a ação. Ela conta que os assaltantes chegaram ao salão em busca do motorista de 58 anos, mas ele se escondeu em um banheiro da cozinha e não foi localizado pelos bandidos que invadiram o local onde se encerrava uma confraternização da comunidade.

:: Assaltantes perseguem e atiram em carro de vítima durante tentativa de assalto em Blumenau

— Eles entraram no salão, viram o movimento e pediram pelo malote. Um dos organizadores do evento disse que o carro forte já havia levado e então eles fugiram. Tudo durou minutos, foi muito rápido. A senhora que teve a bolsa levada nem mesmo notou que eles tinha carregado os seus pertences — conta.

:: Ladrão invade loja na Rua da Glória em Blumenau e amarra proprietária

Reiter conta que estranhou a ação e até cogita que os homens tenham entrado no local em busca do dinheiro da confraternização que começou no início da manhã, por volta das 9h, e estava encerrando naquele momento. No local havia muitas pessoas e na capela mortuária familiares aguardavam a chegada de um corpo para o início de um velório.

— Logo após o ocorrido acionamos a Polícia Militar que veio muito rápido. Felizmente ninguém ficou ferido, aliás não deu tempo nem de se assustar — salienta.

:: Pelo menos 70 adolescente são apreendidos em festa com drogas
:: Confira mais notícias de Blumenau e região

O motorista não era conhecido dos fiéis e não frequentava a igreja. Testemunhas disseram que ele teria afirmado ter visto o movimento e achou que seria uma forma de escapar dos assaltantes. Apesar dos disparos efetuados para o alto no local, ninguém se feriu.

:: Leia mais notícias de Segurança

A perseguição

Um motorista transitava na Rua Frederico Jensen, no bairro Itoupavazinha, quando foi surpreendido por um Uno branco ocupado por quatro homens que tentaram parar o veículo. Segundo o relatório da Polícia Militar de Blumenau, para fugir dos assaltantes o homem de 58 anos acelerou o carro e neste momento um dos homens atirou contra a vítima. O disparo atingiu a porta traseira do lado esquerdo. Em seguida o motorista desceu do carro e buscou refúgio dentro de uma igreja.

Os quatro homens desceram do Uno branco e foram atrás do motorista, chegaram na igreja e efetuaram outro disparos para cima. Eles não localizaram o dono do veículo que perseguiam, mas acabaram levando uma bolsa com documentos, R$ 60 e um celular de uma senhora de 55 anos que estava dentro da igreja. Após o assalto, os quatros homens fugiram e não foram mais localizados.

JORNAL DE SANTA CATARINA

Notícias Relacionadas

Susto 11/07/2016 | 07h57

Assaltantes perseguem e atiram em carro de vítima durante tentativa de assalto em Blumenau

Motorista de 58 anos fugiu e se refugiou em uma igreja no domingo à noite no bairro Itoupavazinha

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros