Homem morre após mau súbito em frente à igreja matriz de Palhoça  - Polícia - Hora

Versão mobile

TRAGÉDIA09/08/2016 | 20h18Atualizada em 09/08/2016 | 20h18

Homem morre após mau súbito em frente à igreja matriz de Palhoça 

Houve reclamação pela demora na chegada do IML 


O centro de Palhoça registrou uma cena trágica na tarde desta terça-feira (09). Um homem aparentando 50 anos morreu após um mau súbito em frente à igreja matriz, num dos lugares mais movimentados da cidade.

A vítima foi identificada pelo Instituto Geral de Perícias como José Raimundo Cardoso, natural de Videiras, no centro do Estado. Após o homem passar mal, o Samu foi acionado, mas não conseguiu reanimá-lo.

O sargento Wanderlei da Silva, que foi ao local, reclamou da demora na chegada do IML. Segundo o policial, a vítima morreu por volta do meio dia, mas o corpo só foi removido depois das 14h30. 

— Muita gente ficou observado, as pessoas estavam irritadas. Eu fiquei nervoso com um ser humano jogado assim à mercê com aquela multidão — protestou.

No entanto, conforme esclarece o IGP, por ser um caso de morte natural, o órgão responsável por retirar o corpo era o Instituto de Verificação de Óbito.

— O IML foi acionado às13h53 e chegou no local às 14h30. Recolheu o corpo e trouxe às dependências justamente porque não foi acionado o SVO, que era o procedimento correto _ explicou Marcos Aurélio de Lima, Gerente de Medicina Legal do IGP.

Uma irmã da vítima já foi comunicada do falecimento pelo IGP. A causa da morte ainda é indefinida, mas testemunhas disseram que Raimundo se queixou na noite anterior de fortes dores no peito.

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros