Lixo depositado irregularmente chama atenção em Florianópolis - Polícia - Hora

Versão mobile

Seu Problema é Nosso02/08/2016 | 08h06Atualizada em 02/08/2016 | 08h06

Lixo depositado irregularmente chama atenção em Florianópolis

Basta uma volta pela cidade para encontrar eletrodomésticos, restos da construção civil e dejetos comuns descartados de maneira incorreta. Por isso, a Hora traz um apanhadão de locais e dicas de como descartar o que você não quer mais sem agredir a natureza

Lixo depositado irregularmente chama atenção em Florianópolis Stefani Ceolla/Agência RBS
TV despejada na Barra da Lagoa Foto: Stefani Ceolla / Agência RBS

SC-406, Barra da Lagoa, entrada do Parque Estadual do Rio Vermelho. Uma placa, bem grande, anuncia que começa ali uma unidade de conservação ambiental. Mas isso não evita que muito lixo seja depositado naquele local. Bem em frente à placa, no acostamento da rodovia, restos de materiais de construção foram jogados, entre eles azulejos e gesso, altamente poluente. Logo depois da placa, sentido Norte, um pequeno córrego que margeia a estrada é o reflexo da falta de cuidado com a natureza: garrafas plásticas, latinhas e até uma televisão foram jogados ali. O problema não é exclusividade no bairro do Leste da Ilha.

Entulho também na Barra Foto: Stefani Ceolla / Agência RBS

Leia mais notícias do Seu Problema é Nosso

Na Tapera, a leitora Deise Vieira denuncia a situação da Rua dos Pinhais. Segundo ela, em um terreno do local foi depositado lixo comum, móveis, como cama e sofá, e até uma geladeira. A moradora ainda conta que usuários de droga também frequentam o terreno, e nada é feito para evitar sua entrada.

Problema se repete na Tapera Foto: Deise Vieira / Arquivo Pessoal

O problema se repete no Centro de Florianópolis. Um leitor, que preferiu não ter o nome divulgado, denunciou o depósito de lixo comum pelos moradores em cima da calçada da Rua Altamiro Guimarães. De acordo com ele, a situação se repete diariamente.

Já no Norte da Ilha, em Canasvieiras, a moradora Luderci de Borba conta que há dois terrenos baldios tomados por lixo e até animais mortos na Rua José Daux.

— Faz tempo que tá assim. Já fizemos até abaixo-assinado e nada mudou — reclama Luderci, que conta que muita gente despeja lixo no local e a limpeza nunca é feita.

Terreno em Canasvieiras Foto: Luderci de Borba / Arquivo Pessoal

No Saco Grande, um lixão está se formando nas margens da SC-401, na subida depois do cemitério, sentido centro. No recuo, há lixo comum, materiais de construção, entulhos. E a área fica bem pertinho da Comcap, no Itacorubi, onde o descarte poderia ser feito sem nenhum dano ao meio ambiente.

Solução

Não adianta só culpar o poder público pela quantidade de lixo acumulado onde não devia em Florianópolis. O morador precisa fazer a sua parte. Por isso, a Hora selecionou vários lugares e formas de descartar regularmente seu lixo sem agredir a natureza.

Seu Problema é Nosso: Pontos de ônibus são alvo de vandalismo e falta de manutenção em Florianópolis

A Comcap retomou no mês de abril os roteiros de coleta de resíduos volumosos. Até metade de dezembro, o recolhimento será feito em 75 localidades da Capital, sempre às segundas-feiras.

— Esse é um serviço gratuito, basta que a pessoa se programe para entregar no dia certo à Comcap os resíduos de grande volume que não podem ser descartados na coleta convencional ou na seletiva — explica o presidente da Comcap, Marius Bagnati.

O quintal de nossas casas, na verdade, é o mundo. Precisamos mantê-lo limpo — completou.

A meta da Comcap é zerar os pontos de descarte irregular de resíduos na cidade. Até abril, havia 175 locais que exigem ação constante de limpeza e remoção de resíduos, com custo operacional em torno de R$ 1,5 milhão ao ano. Em 2015, a Comcap movimentou 30 mil toneladas de resíduos volumosos, somando o que foi entregue pelos domicílios na agenda da coleta de lixo pesado, o que foi removido nos pontos de descarte irregular e o que foi recebido nos Ecopontos. Dessa quantidade, foram encaminhadas para reciclagem 2,3 mil toneladas de podas, mil toneladas de madeira, 234 toneladas de pneus e 110 toneladas de metal.

Há quatro Ecopontos em operação na cidade: no Itacorubi, Capoeiras, Monte Cristo e Morro das Pedras, onde pode ser feita a entrega voluntária de resíduos volumosos. Os resíduos devem ser colocados de forma separada no Ecoponto para que a Comcap possa dar o destino final ambientalmente adequado a cada um dos materiais.

Onde cobrar

A Comcap atende na Rua 14 de Julho, 375, Estreito, pelo telefone (48) 3271-6806, e na Rodovia Admar Gonzaga, 72, Itacorubi, pelo (48) 3261-4800.

Coleta de resíduos volumosos

O QUE SERÁ RECOLHIDO: Latas, pneus, móveis, madeiras (organizar em monte separado dos outros materiais), Podas de árvores (cortar e amarrar), eletrodomésticos, restos de material de construção (em pequenas quantidades e ensacados)

FIQUE LIGADO

- A coleta especial é gratuita e feita em todos os bairros da Capital nas datas marcadas.

- No dia da coleta, os resíduos devem estar em local acessível ao caminhão, às 7h.

- O volume permitido por residência é de um metro cúbico, mais ou menos o volume de uma caixa d¿água de mil litros.

- Não colocar lixo comum.

SERVIÇO PAGO

Fora dessa programação de coleta de lixo pesado da Comcap, o serviço de remoção de resíduos volumosos deve ser contratado e pago. Pelo fone do Departamento Comercial, (48) 3271-6840, a Comcap contrata remoção por caixas estacionárias de cinco, sete, 20 ou 30 metros cúbicos. Também oferece serviço de remoção de resíduos volumosos por agendamento.

AGENDA DE AGOSTO

8 - Rio Tavares

15 - Campeche

22 - Morro das Pedras, Areias do Morro das Pedras e Armação

29 - Pântano do Sul, Balneário dos Açores, Solidão e Costa de Dentro

Veja a agenda para o restante do ano aqui. 

CONFIRA O ENDEREÇO DOS ECOPONTOS

- Ecoponto Itacorubi: Rodovia Admar Gonzaga, 72. Segunda a sábado, das 7h às 19h e domingos das 7h ao meio-dia. (48) 3261-4816

- Ecoponto Capoeiras: no Terminal de Capoeiras, Rua Professor Egídio Ferreira. Todos os dias, das 7h às 19h. (48) 9624-8573

- Ecoponto Monte Cristo: Rua Joaquim Nabuco, 3000, ao lado da Aresp. Segunda a sexta, das7h às 19h e sábados das 7h às 16h. (48) 3240-2018

- Ecoponto Morro das Pedras: Rua Francisco Vieira, 198, em frente à Padaria Moreira. Segunda a sexta, das 7h às 16h. (48) 3338-4506

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros