Padre condenado por abuso sexual e citado em filme vencedor do Oscar é preso em Barra Velha - Polícia - Hora

Versão mobile

Segurança05/08/2016 | 17h28

Padre condenado por abuso sexual e citado em filme vencedor do Oscar é preso em Barra Velha

Bonifácio Buzzi é suspeito mais uma vez de abusar de crianças, de 9 e 13 anos, em Minas Gerais

Padre condenado por abuso sexual e citado em filme vencedor do Oscar é preso em Barra Velha Polícia Civil de Três Corações/Divulgação
Padre foi preso na manhã desta sexta-feira em Barra Velha Foto: Polícia Civil de Três Corações / Divulgação

Um padre suspeito de abusar sexualmente de crianças foi preso na manhã desta sexta-feira em Barra Velha, no Norte de Santa Catarina. A prisão foi realizada pela Polícia Civil de Três Corações (MG), onde surgiram as denúncias contra o religioso.

Leia as últimas notícias sobre Joinville e região no AN.com.br

Segundo o delegado regional da cidade do Sul de Minas Gerais, Pedro Paulo Marques, o padre Bonifácio Buzzi, 57 anos, já foi condenado a 20 anos de prisão por abuso sexual. Ele ficou preso em regime fechado de 2007 até 2015, quando passou a cumprir a pena em regime aberto.

A nova denúncia surgiu em junho deste ano. O padre teria abusado sexualmente de uma criança de 9 anos e de um adolescente de 13 anos em uma comunidade cristã em Três Corações. Após a investigação, a Polícia Civil representou com um pedido de prisão preventiva, cumprido nesta sexta-feira no Norte de SC.

Segundo o delegado, o homem tinha residência em Joinville, mas estava foragido na casa da irmã em Barra Velha. Bonifácio será encaminhado até Três Corações, onde será levado ao presídio da cidade mineira.

O nome do padre foi citado no filme "Spotlight - Segredos Revelados", que ganhou o Oscar de melhor filme e mostra a história real de um grupo de jornalistas norte-americanos que denunciam diversos casos de abusos sexuais contra crianças cometidos por padres católicos.

A Diocese de Joinville emitiu nota informando que o padre não tinha vínculo com a Igreja Católica no município. Segundo a diocese, Bonifácio está afastado do trabalho em comunidade e suspenso das atividades como padre.

Confira a nota da Diocese de Joinville na íntegra:

Bonifácio Buzzi, após anos afastado do trabalho em comunidade, está suspenso de suas atividades como padre. Foi dado entrada no processo junto à Santa Sé para a sua retirada do ministério clerical. Todo o processo está sendo feito pela Diocese de Mariana/MG. Sendo assim, Bonifácio não tem mais ligação com a Diocese de Joinville e residia sozinho no local onde foi preso, sem ligação com a comunidade.

A NOTÍCIA

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros