Polícia busca pistas para identificar jovem morto há dois anos em SC - Polícia - Hora

Versão mobile

Sul do Estado09/09/2016 | 17h15Atualizada em 09/09/2016 | 17h19

Polícia busca pistas para identificar jovem morto há dois anos em SC

Instituto Geral de Perícias (IPG) fez reconstituição facial para ajudar no reconhecimento.

Polícia busca pistas para identificar jovem morto há dois anos em SC Polícia Civil/Divulgação
Imagem produzida por papiloscopista Simone Ramos, de Lages. Foto: Polícia Civil / Divulgação

A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) continuam à procura de informações para tentar identificar o corpo de um jovem, entre 19 e 25 anos, que morreu vítima de afogamento há dois anos em Jaguaruna, Sul de Santa Catarina. Uma fotografia foi produzida a partir de uma reconstituição facial humana computadorizada feita pela papiloscopista do IGP de Lages, Simone Ramos.

A profissional usou uma foto original do rapaz morto para realizar a projeção facial em movimento a pedido do delegado que investiga o caso.

Segunda a Delegacia de Pessoas Desaparecidos em Florianópolis, o corpo foi encontrado no dia 25 de novembro de 2014, por volta das 17h20min, na região do Torneiro, à beira-mar, em Jaguaruna.

O corpo não tem tatuagem e tinha um brinco na orelha esquerda da cor alaranjado, duas pulseiras no punho, aliança, bermuda de nylon e havia fones de ouvidos no bolso. Mesmo sem identificação, o corpo foi enterrado no Sul do Estado.

Informações podem ser dadas para a Delegacia de Pessoas Desaparecidas no telefone (48) 3665-5595.

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros