Evento busca arrecadar donativos a casal francês vítima de violência em Palhoça - Polícia - Hora

Versão mobile

Assalto e estupro19/10/2016 | 21h31Atualizada em 19/10/2016 | 21h31

Evento busca arrecadar donativos a casal francês vítima de violência em Palhoça

Dois food bikes venderão produtos para que todo o lucro seja revertido em doações para comprar duas bicicletas e repor alguns dos equipamentos roubados

Pouco mais de uma semana após serem vítimas de um assalto seguido de estupro a mulher de 31 anos, o casal de viajantes franceses que percorre a América de Sul de bicicleta, terá nesta quinta-feira uma amostra da solidariedade de cicloturistas da Grande Florianópolis. O evento ¿Campanha de ajuda ao casal francês assaltado em Palhoça¿ vai angariar doações para que eles continuem viagem, após terem os pertences roubados, incluindo as bicicletas.

O evento acontece no Eu Vou Floripa Park´n Shower, na Rua Lacerda Coutinho, centro de Florianópolis, das 20h às 22h. No local, dois food bikes, um de pizza e outro de cerveja, venderão produtos para que todo o lucro seja revertido em doações para comprar duas bicicletas e repor alguns dos equipamentos roubados do casal, como bagageiro e porta água. 

Um dos organizadores, Ari Boheme, explica que quem for ao evento terá três maneiras de contribuir para que o homem de 38 anos e a mulher possam retomar a viagem em direção ao sul do continente.

— As pessoas podem ir e adquirir os produtos das food bikes, com dinheiro à vista, para que possa ser revertido para o casal. Também podem levar doações de produtos que eles precisam, como sapato à prova d¿água e bagageiro. Por último, teremos uma caixinha no local, e as pessoas também podem fazer suas doações diretamente em valores, para que eles possam comprar as bicicletas, que custam cerca de R$ 3 mil cada uma — lista Ari.

São esperados cerca de 150 cicloturistas da Grande Florianópolis. Ari conta que o casal quer o dinheiro para através dele recomprar os equipamentos necessários para seguir viagem pela América do Sul.

Investigação prossegue em Palhoça

A investigação para se chegar aos, a princípio, três homens que assaltaram o casal e estupraram a mulher de 31 anos, é liderada pela delegada Eliane Chaves, titular da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso de Palhoça. Ela segue colhendo depoimentos, analisando provas e fazendo diligências. Por enquanto, ninguém foi preso pelo crime.

O crime

Um casal de viajantes franceses, que percorria a América do Sul de bicicleta, foi assaltado à mão armada por três homens, que na sequência estupraram a mulher de 31 anos. O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira (12), quando o casal parou para acampar em um parque ecológico que fica nas proximidades do estádio Renato Silveira, do Guarani de Palhoça. 

Conforme a Polícia Civil, o crime ocorreu em uma região isolada do centro de Palhoça, quando três homens abordaram o casal, amarraram o homem de 38 anos, estupraram a vítima, e levaram os pertences dos franceses, incluindo as bicicletas, notebook e roupas. O homem foi agredido com socos e chutes, informou a Polícia Civil. Como o local estava escuro, as vítimas não puderam repassar maiores detalhes dos criminosos.

Leia mais ocorrências policiais da Grande Florianópolis

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros