Homem tem carro roubado em plena luz do dia em marginal da SC-401, em Florianópolis - Polícia - Hora

Versão mobile

Insegurança25/10/2016 | 18h02Atualizada em 25/10/2016 | 18h02

Homem tem carro roubado em plena luz do dia em marginal da SC-401, em Florianópolis

 O veículo e os autores do roubo ainda não foram localizados

Dois homens, um deles armado, assaltaram o professor de educação física Newton (que prefere não revelar seu sobrenome) enquanto ele embarcava em um carro alugado, segunda-feira, por volta de 14h30min, na via marginal paralela à SC-401, em frente ao Conselho Regional de Medicina (CRM), sentido norte da Ilha. O caso foi registrado na 5° Delegacia de Polícia, na Agronômica, e a investigação repassada para a Delegacia de Repressão a Roubos (DRR) da Capital. O veículo e os autores do roubo ainda não foram localizados.

Newton conta que ao chegar próximo ao veículo, um Ford Ka Prata 4 portas, placa PYF-6350, de uma empresa que loca carros, abriu o porta-malas, guardou a mochila, embarcou e, ao colocar a chave na ignição, foi surpreendido por um homem armado, que o mandou descer. Nesse momento, outro homem entrou no veículo pela lado do carona e assumiu o volante.

— E o cara que anunciou o assalto, mais jovem que o outro, fez a volta para entrar pelo lado do carona apontando a arma e fazendo ameaças de que me mataria. Levaram meus objetos pessoais e todos os documentos. Agora, só torço para que a polícia encontre logo o carro, que é alugado e cujo sinistro que terei de pagar é de R$ 5 mil — lamenta Newton.

A reportagem entrou em contato com o tenente-coronel Marcelo Pontes, comandante do 4° Batalhão de Polícia Militar, que disse desconhecer a ocorrência de roubo na frente do CRM.

O caso ficará sob responsabilidade da delegada Ana Cláudia Ramos Pires, titular da DRR, que destacará uma equipe para as investigações. Ela explica que em casos de roubo, as vítimas precisam formalizar o reconhecimento dos suspeitos.

— Em roubos que vinham ocorrendo próximo ao viaduto do João Paulo, nós identificamos os suspeitos, que caíram por receptação em Santo Amaro, e agora precisamos que as vítimas formalizem o reconhecimento, sob pena de não conseguirmos enquadrá-los por roubo — destaca a delegada. 

Leia mais:

Assaltos a ônibus em linhas do norte da Ilha, em Florianópolis, trazem insegurança e medo para usuários

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros