Polícia identifica três suspeitos de assalto a casal e estupro de mulher francesa em Palhoça - Polícia - Hora

Versão mobile

Buscas na Grande Florianópolis21/10/2016 | 18h45Atualizada em 21/10/2016 | 18h49

Polícia identifica três suspeitos de assalto a casal e estupro de mulher francesa em Palhoça

A delegada explica que ainda não divulgará os nomes porque apenas dois deles estão com mandados de prisão expedidos pela Justiça

A Polícia Civil identificou três suspeitos de assaltarem um casal de franceses, e em seguida estuprarem a mulher de 31 anos, na madrugada do dia 12 de outubro, em Palhoça. Os suspeitos são moradores de rua, todos têm passagem pela polícia por crimes como furto, por exemplo, e são jovens, de acordo com a delegada Eliane Chaves, titular da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso de Palhoça.

A delegada explica que ainda não divulgará os nomes dos suspeitos porque apenas dois deles estão com mandados de prisão expedidos pela Justiça. O terceiro suspeito teve seu mandado pedido na tarde desta sexta-feira. Os mandados relativos aos outros dois suspeitos foram solicitados à Justiça na quarta-feira, mas apenas nesta sexta os documentos foram expedidos.

— Acreditamos que eles (os suspeitos) estão escondidos, provavelmente não mais em Palhoça, pois eles eram bem conhecidos de outros moradores de rua, e essas pessoas também não toleram esse tipo de crime. Então, trabalhamos com a possibilidade de que eles estejam em outra cidade da região, por isso já mobilizamos toda a polícia da Grande Florianópolis — revela Eliane.

Moradora de rua presa por receptação é solta

A moradora de rua de 51 anos, presa na tarde de quinta-feira, por receptação de produtos roubados ao ser encontrada com duas nécessaires roubadas do casal francês, foi solta nesta sexta-feira. Ela colaborou com as investigações ao revelar o nome de um dos suspeitos, que corroborou a tese da delegada Eliane. Em depoimento, a mulher afirmou que encontrou as nécessaires no lixo. O casal esteve na delegacia de Palhoça e reconheceu os objetos como seus.

O crime

Um casal de viajantes franceses, que percorria a América do Sul de bicicleta, foi assaltado à mão armada por três homens, que na sequência estupraram a mulher, uma economista de 31 anos. O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira, quando o casal parou para acampar em um parque ecológico que fica nas proximidades do estádio Renato Silveira, do Guarani de Palhoça. 

Conforme a Polícia Civil, o crime ocorreu em uma região isolada do centro de Palhoça, quando três homens abordaram o casal, amarraram o homem de 38 anos, estupraram a vítima, e levaram os pertences dos franceses, incluindo as bicicletas, notebook e roupas. O homem, um fisioterapeuta de 38 anos, foi agredido com socos e chutes, informou a Polícia Civil. Ele teve um dos tímpanos do ouvido perfurado devido às agressões. 

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros