Preso um dos suspeitos de assalto e estupro contra casal de franceses em Palhoça - Polícia - Hora

Versão mobile

Praia de Fora14/11/2016 | 15h29Atualizada em 14/11/2016 | 16h11

Preso um dos suspeitos de assalto e estupro contra casal de franceses em Palhoça

A prisão ocorreu por volta do meio-dia de domingo

Policiais do 16° Batalhão de Polícia Militar de São José prenderam um homem que tinha mandado de prisão em aberto pelo assalto seguido de estupro contra um casal de viajantes franceses, em um parque ecológico do Centro de Palhoça, na madrugada de 12 de outubro. Ele é acusado de ser um dos que cometeu o crime, mas não se sabe ao certo se participou do estupro.

A prisão ocorreu por volta do meio-dia de domingo, quando a PM desconfiou dele e outros três homens que estavam próximos a uma residência aparentemente sem ninguém em seu interior, na Praia de Fora, em São José. O suspeito foi encaminhado ainda no domingo para o Presídio da Agronômica, em Florianópolis. Outros dois homens de cometerem os crimes contra os franceses seguem foragidos. Eles também estão com mandados de prisão em aberto pelo caso de Palhoça.

Devido ao fato de que o homem identificado foi encaminhado diretamente ao presídio da Capital, a delegada Eliane Chaves, titular da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso de Palhoça, que comanda a investigação, ainda não conseguiu tomar o depoimento do suspeito, o que deve ocorrer somente na quarta-feira, após o feriado da Proclamação da República.

— A guarnição, em rondas, o abordou e outros três suspeitos que estavam próximo a uma residência fechada, talvez já prontos para cometer outro delito. Ao verificarem a situação dele, percebemos que tinha mandado de prisão em aberto, e o encaminhamos ao presídio. Os outros três homens foram liberados — conta o tenente coronel Paulo Sérgio Souza, comandante do 16° Batalhão da PM.

O crime

Um casal de viajantes franceses, que percorria a América do Sul de bicicleta, foi assaltado à mão armada por três homens, que na sequência estupraram a mulher de 31 anos. O crime aconteceu na madrugada de 12 de outubro, quando o casal parou para acampar em um parque ecológico que fica nas proximidades do estádio Renato Silveira, do Guarani de Palhoça. 

Conforme a Polícia Civil, o crime ocorreu em uma região isolada do centro de Palhoça, quando três homens abordaram o casal, amarraram o homem de 38 anos, estupraram a vítima, e levaram os pertences dos franceses, incluindo as bicicletas, notebook e roupas. O homem foi agredido com socos e chutes, informou a Polícia Civil. Como o local estava escuro, as vítimas não puderam repassar maiores detalhes dos criminosos.

Dias depois da violência sofrida pelos franceses, mais de 150 ciclistas de Palhoça, São José e Florianópolis participaram do evento "Campanha de ajuda ao casal francês assaltado em Palhoça", no Eu Vou Floripa Park´n Shower, no centro da Capital, que angariou doações para que eles continuem viagem após terem os pertences roubados, incluindo as bicicletas. O evento teve a presença do casal de franceses — ela fisioterapeuta e ele, economista — que seguiam de bicicleta até a Patagônia, no Chile e na Argentina. 


 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros