Indícios apontam que ataques na Grande Florianópolis são reação contra ações da Polícia Militar - Polícia - Hora

Versão mobile

Em alerta31/01/2017 | 11h15Atualizada em 31/01/2017 | 12h46

Indícios apontam que ataques na Grande Florianópolis são reação contra ações da Polícia Militar

Oficialmente ainda não houve pronunciamento oficial, mas setores de inteligência não interceptaram ordens de lideranças do crime organizado

Indícios apontam que ataques na Grande Florianópolis são reação contra ações da Polícia Militar Roelton Maciel/Agência RBS
Policiais entraram em confronto com traficantes na comunidade Chico Mendes, em Florianópolis Foto: Roelton Maciel / Agência RBS

A onda de ataques violentos contra a Polícia Militar na noite de segunda-feira, a troca de tiros no Monte Cristo, em Florianópolis, e os incêndios em ao menos dois veículos entre ontem e hoje são sinais de que o crime pode ter agido em represália à ação dos policiais na região. A informação veio de agentes experientes e de integrantes da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Santa Catarina que não quiseram se identificar.

Bandidos lançaram foguetes contra o 22º Batalhão da Polícia Militar, no continente, e em direção ao helicóptero Águia. Depois, uma base da PM na Agronômica foi alvo de um atentado a tiros. A primeira hipótese é de reação dos criminosos após a prisão de dois homens que assaltaram uma joalheira em Palhoça e, na fuga, balearam um policial militar.

Oficialmente, ainda não houve pronunciamento da Secretaria de Segurança. Até o momento, setores de inteligência não possuem diagnóstico da existência de comandos para atentados, como foi interceptado em anos anteriores.

As polícias trabalham com conflitos e ataques motivados principalmente pela conhecida batalha entre o Primeiro Grupo Catarinense (PGC) e o Primeiro Comando da Capital (PCC) pelo monopólio da venda de drogas. Também é investigada tentativa de invasão de criminosos da comunidade Novo Horizonte, que acabou não dando certo. Os ataques em seguida à PM então seriam para desviar o foco.

Alerta aos policiais é emitido

Apesar disso, na noite de segunda-feira, os comandos das polícias Civil e Militar foram orientados a alertar todos os agentes para que aumentem as medidas de proteção pessoal e aos prédios e viaturas.

Enquanto as polícias começaram 2017 reforçando o cerco no norte da Ilha, em Florianópolis, onde houve aumento de homicídios, o Monte Cristo, no continente, região notadamente com problemas de criminalidade nos últimos anos, voltou a amedrontar a população.

Leia mais notícias sobre segurança

Criminosos rendem motorista e incendeiam carro em São José

Base da PM na Agronômica, em Florianópolis, é atingida por tiros

Tiroteio no Monte Cristo, em Florianópolis, deixa dois homens feridos

PM é baleado em São José após perseguição de suspeitos de assalto

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCBeldades do elenco e belas paisagens marcam festa de "O Outro Lado do Paraíso": https://t.co/68mtxaFA0k #HoraSC… https://t.co/Q7YDUyewXihá 3 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCRolê com #Edsoul: a Dona Luci completou um século de vida - https://t.co/VmTUQN0Ysy #HoraSC https://t.co/K5c4Nd11Bphá 3 horas Retweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros