Tiroteio no Monte Cristo, em Florianópolis, deixa dois homens feridos - Polícia - Hora

Segurança30/01/2017 | 20h50Atualizada em 30/01/2017 | 22h30

Tiroteio no Monte Cristo, em Florianópolis, deixa dois homens feridos

Confronto inicial era entre facções pelo controle de pontos de vendas de drogas. Com a chegada do Bope, tiroteio deixou dois criminosos feridos, dois presos e três armas apreendidas, além de um carro blindado que seria usado pelos traficantes da Chico Mendes para invadir a Novo Horizonte

Tiroteio no Monte Cristo, em Florianópolis, deixa dois homens feridos Roelton Maciel/Agencia RBS
PM ocupa ruas do Monte Cristo após o tiroteio e confrontos registrados na região Foto: Roelton Maciel / Agencia RBS

A disputa de facções rivais por pontos de venda de drogas em Florianópolis teve um novo episódio nesta segunda-feira. No fim da tarde, membros de quadrilhas rivais se preparavam para entrar em confronto no bairro Monte Cristo, na área continental de Florianópolis, onde ficam as comunidades Chico Mendes e Novo Horizonte, quando explodiu um confronto entre traficantes e policiais que assustou moradores e pessoas que circulam pela região. 

Com a chegada do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar (PM) ao local, houve intensa troca de tiros entre policiais e criminosos, o que resultou em dois homens feridos, outros dois presos e a apreensão de três armas, além de um Volkswagen Golf blindado que seria utilizado pelos criminosos para avançar contra os rivais. Os dois homens feridos foram encaminhados para o hospital Regional, em São José.

Segundo a Polícia Militar (PM), criminosos da Chico Mendes, que são integrantes do Primeiro Grupo da Capital (PGC), queriam tomar os pontos de comércio de drogas dos membros do Primeiro Comando da Capital (PCC), situados na Novo Horizonte. O major Rodrigo Dutra, do 22° Batalhão da PM, que fica dentro do Monte Cristo, revela que por volta de 18h uma série de fatos simultâneos deu início ao tiroteio na região.

— Primeiro, foram disparados alguns foguetes em direção ao batalhão, depois tocaram fogo em um carro aqui próximo do Fort Atacadista e após isso foram registradas várias ocorrências de masculinos armados nas comunidades Chico Mendes, Novo Horizonte e no condomínio Panorama. O pessoal da Chico Mendes estava tentando tomar a Novo Horizonte. E aí o Bope estava em patrulhamento e flagrou essa tentativa de tomar a comunidade vizinha. Houve troca de tiros, dois criminosos alvejados e dois presos — relata Dutra.

As armas apreendidas com os criminosos foram uma pistola 380, uma pistola 9mm e uma .40. Para Dutra, o Golf blindado serviria como escudo dos traficantes da Chico Mendes na tentativa de tomar a comunidade vizinha. Os quatro homens feridos e presos são da Chico Mendes, explica Dutra. Eles foram atingidos e presos por policiais do Bope.

— Os alvejados e presos eram da Chico Mendes e estavam indo para a Novo Horizonte para entrarem em confronto com os outros. Agora (22h de segunda-feira), estamos consolidando as informações, porque não temos o nome dos presos ou feridos — destaca Dutra.

De acordo com o tenente Pedro Reis, do 1° Batalhão do Corpo de Bombeiros da Capital, que chegou ao local no início da ocorrência, dois criminosos armados também entraram em um ônibus e fizeram um arrastão nos pertences dos passageiros. Ao descerem do veículo, abordaram um Chevrolet Cobalt que passava nas proximidades da rua Joaquim Nabuco, mandaram os ocupantes descer e incendiaram o carro. 

Após o assalto e incêndio ao veículo, policiais do Bope e do pelotão tático da PM ocuparam a região. A ronda policial teria começado por volta das 18h. Guarnições da PM, do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o helicóptero Águia seguem na região. 

Moradores da região relatam tensão

Moradores do bairro Monte Cristo contaram que a situação foi mais tensa no começo da noite, quando se ouviu tiros e havia grande mobilização de viaturas na região. 

— Vimos gente ferida sendo levada na ambulância, mas ninguém falou quem era — comentou uma moradora.

Por volta das 22 horas, uma viatura do Tático da PM permanecia de prontidão, com homens fortemente armados, no cruzamento da rua Joaquim Nabuco com a Professor Egídio Ferreira, um dos pontos de maior fluxo do bairro. 

Apesar da presença ostensiva da PM, o clima já era de aparente tranquilidade.
Outras viaturas faziam rondas à procura de criminosos que estariam armados.

Em um vídeo gravado por moradores da comunidade é possível ouvir os tiros e ver o helicóptero perto das residências. Confira:

Leia também:
PM é baleado em São José após perseguição de suspeitos de assalto

 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCFlorianópolis: conforme sindicato dos municipários, todos serviços foram paralisados, à exceção da saúde, que manté… https://t.co/GOkIbN70Kfhá 15 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCPM começa na próxima terça-feira curso de formação de 950 novos policiais em SC https://t.co/buMEG7fyPH #segurança https://t.co/ieGuohsJp1há 15 minutosRetweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros