Deic prende suspeitos de ataques a duas delegacias em Florianópolis - Polícia - Hora

Versão mobile

Reação09/02/2017 | 21h36Atualizada em 09/02/2017 | 23h10

Deic prende suspeitos de ataques a duas delegacias em Florianópolis

Operação aconteceu no norte da Ilha nesta quinta-feira e um dos capturados seria o mandante dos crimes

Deic prende suspeitos de ataques a duas delegacias em Florianópolis Leo Munhoz/Agencia RBS
Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Após ataques a tiros contra duas delegacias de polícia no norte da Ilha de Santa Catarina, a Polícia Civil afirma que conseguiu identificar e prender os suspeitos dos crimes em Florianópolis. As informações ainda preliminares da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) indicam que entre eles estaria o mandante dos atentados à 7ª DP de Canasvieiras e à 8ª DP dos Ingleses.

Segundo o delegado Antônio Cláudio Seixas Joca, da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Draco) da Deic, foram presas cinco pessoas em uma operação no norte da Ilha, no fim da tarde. São quatro homens, de 33, 19, 24 e 19 anos, e uma mulher suspeitos de envolvimento nos ataques. Todos seriam ligadas à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), apontada como responsável pelos atentados.

Eles estavam escondidos em uma casa na Vargem do Bom Jesus, entre Ingleses e Canasvieiras. Um homem e a mulher foram detidos ainda em casa, enquanto outros três suspeitos tentaram fugir de carro, sem sucesso. Na tentativa de fuga, os suspeitos chegaram a atingir uma viatura da polícia.

Conforme o delegado Joca, o grupo era monitorado desde as primeiras horas de quinta-feira, logo após a sequência de atentados. Dois dos presos tinham mandado de prisão em aberto e eram considerados foragidos — um deles por participação em dois homicídios e outro por sentença condenatória no Rio Grande do Sul. Os outros três detidos, de acordo com o delegado, devem ser indiciados por dar cobertura aos foragidos e por envolvimento com organização criminosa.

— Com eles foram encontrados telefones celulares com diversas mensagens de conteúdo de organização criminosa — afirmou o delegado da Deic.

"Líder de rua da facção"

Ainda conforme a investigação da Deic, um dos presos nesta quinta-feira é considerado uma das principais lideranças "de rua" da facção criminosa e teria envolvimento em outros ataques promovidos nas últimas semanas. A participação do grupo preso em Florianópolis nos últimos ataques em Joinville e em Balneário Piçarras não é descartada.

— É uma rede articulada, eles mantêm comunicação constante uns com os outros — afirmou o delegado

Por volta das 21h30min, os presos foram encaminhados à Deic, no Estreito. O diretor da Deic, delegado Adriano Bini, disse que a polícia dará mais detalhes da operação em uma entrevista coletiva às 10h de sexta-feira.

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCAvaí sai na frente com Marquinhos, mas cede empate ao Botafogo nos acréscimos https://t.co/e9Dzx7rOTT #HoraSC https://t.co/UdoLCLwIUshá 4 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SC"A Força do Querer": relembre a trajetória de Bibi, Jeiza e Ritinha - https://t.co/UyKn3CW2Vn #HoraSC https://t.co/CiTE8rtlAphá 5 horas Retweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros