Vídeo da PM mostra ligações reais de mulheres violentadas - Polícia - Hora

Versão mobile

Segurança08/03/2017 | 12h50Atualizada em 09/03/2017 | 07h48

Vídeo da PM mostra ligações reais de mulheres violentadas

Gravação foi divulgada nas redes sociais da corporação nesta quarta-feira

Vídeo da PM mostra ligações reais de mulheres violentadas Reprodução / PM/PM
Trecho do vídeo divulgado pela PM-SC Foto: Reprodução / PM / PM

Pedidos de socorro de mulheres que foram agredidas ou presenciaram agressões a outras parentes nos últimos três meses em Santa Catarina baseiam um vídeo da Polícia Militar (PM) divulgado na manhã desta quarta-feira. A gravação (veja abaixo), segundo a corporação, foi feita com a intenção de proporcionar reflexão e discussão sobre o tema neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher.

Segundo o subchefe da Comunicação Social da PM, tenente-coronel Alessandro Marques, os relatos vieram de quatro centrais do 190 do Estado. O vídeo divulgado nas redes sociais da corporação traz casos como a tia que encontrou a sobrinha morta pelo companheiro e a filha que viu a mãe ser agredida pelo pai.

No fim do vídeo, em contraponto à ação dos agressores, foi feita a simulação da resposta da PM a casos como esses. Dos 41.940 casos de mulheres que foram vítimas de alguma forma de agressão física no Estado no ano passado, 19.469 foram violentadas dentro de suas residências.

— A gente tem a crença de que esta não é uma data comercial. Usamos esses áudios reais para que outras mulheres se encorajem e busquem seus direitos — disse o tenente-coronel.

O subchefe destaca que o vídeo não é uma homenagem, mas sim para que o tema seja discutido a fim de evitar novas agressões:

— Hoje não é um dia de homenagem, e sim para propormos a reflexão e os diálogos de respeito à mulher. É incrível que as pessoas que trabalham no 190 ainda tenham que ouvir esses tipos de relatos.

Leia mais:
Valéria Scarance Fernandes: o agressor é um homem comum
Congresso tenta mudar Lei Maria da Penha
As tendências que pluralizaram o movimento feminista no Brasil


 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCConheça histórias de imigrantes que escolheram Santa Catarina para empreender: https://t.co/OdwXQWnd9T https://t.co/TPIbAmgddbhá 1 horaRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCCeleiro de promessas do esporte, Joguinhos Abertos começam neste sábado em Caçador: https://t.co/EPAvg5r6cG https://t.co/fILn7QE5Cuhá 3 horas Retweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros