Homem que assassinou companheira a facadas em Biguaçu é preso preventivamente - Polícia - Hora

Versão mobile

Violência doméstica12/08/2017 | 09h44Atualizada em 13/08/2017 | 10h51

Homem que assassinou companheira a facadas em Biguaçu é preso preventivamente

Justiça decretou prisão de Isac da Costa na sexta-feira

Diário Catarinense
Diário Catarinense

Cinco dias após ter assassinado a mulher a facadas, o entregador de lanches Isac da Costa, de 32 anos, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça catarinense na sexta-feira, 11. O crime aconteceu na residência do casal em Biguaçu, na Grande Florianópolis, no último domingo, e foi testemunhado por duas filhas de 3 e 16 anos da vítima, Viviane Monteiro, de 35 anos. O assassino assumiu a autoria da morte da esposa, não sem antes fugir da cena do crime, mas mesmo assim havia sido liberado pela Polícia Civil na sequência. 

Segundo os plantonistas da Central de Polícia de São José, o preso foi transferido para o presídio de Florianópolis ainda na noite de sexta-feira. O delegado da Polícia Civil de Biguaçu, Cristiano Souza, foi o responsável pelas diligências que resultaram na prisão de Isac. 

 Na quarta-feira, o delegado explicou à reportagem do DC que não foi possível prendê-lo na segunda-feira, quando ele se apresentou na delegacia, porque já havia passado o tempo do flagrante. O delegado tomou o depoimento do companheiro da vítima e solicitou à Justiça o mandado de prisão preventiva. 

_ Eu tenho que agir conforme a lei. Como já havia passado o flagrante, não podia mais prendê-lo. Vou formalizar os depoimentos, finalizar o inquérito e pedir a prisão preventiva _ disse o delegado na ocasião.

Costa deve ser indiciado por feminicídio, que é uma qualificadora do crime de homicídio (que varia entre seis e 20 anos) e implica em aumento de um terço da pena. A qualificadora é considerada toda vez que o homicídio é cometido contra mulheres em situação de violência doméstica ou por discriminação de gênero.

O fato de o crime ter sido cometido na frente das crianças, que são descendentes da vítima, também pode implicar em aumento da pena.  

O crime ocorreu após uma briga do casal. Eles haviam acabado de chegar de uma festa na casa do vizinho. Em depoimento, Isac relatou que o que fez "não teve justificativa"

Leia mais:
"O que fiz não tem justificativa", diz homem que matou a mulher em Biguaçu
"Cadê mamãe?", pergunta filha da mulher morta a facadas em Biguaçu
Mulher é morta pelo marido na frente das filhas em Biguaçu
Homem confessa ter matado mulher na frente das filhas em Biguaçu

Entenda o caso

Segundo apuração preliminar da polícia, Costa e Viviane passaram a noite de sábado e a madrugada de domingo em uma festa na casa do vizinho. Ao chegarem em casa, o marido teria iniciado uma discussão por ciúmes. No calor da discussão e sob efeito de bebida alcoólica, ele desferiu vários golpes contra o corpo da mulher com uma faca de 30 centímetros. 

O assassinato teria sido cometido na frente da filha de 15 anos de Viviane. Uma criança de três anos, que é filha do casal, não teria presenciado o momento do crime, mas encontrou a mãe morta. Vizinhos relataram que viram Costa fugindo com as roupas sujas de sangue. 

Segundo a polícia, Viviane não havia registrado boletim de ocorrência contra o companheiro com quem se relacionava há cinco anos e era casada há três. As meninas receberam atendimento do Conselho Tutelar e foram acolhidas por uma vizinha. 

A repercussão do assassinato de Viviane parece ter encorajado outras mulheres a denunciaram a violência que sofrem dentro de casa a fim de evitar desdobramentos tão graves. Desde então, os registros de boletins de ocorrência têm sido expressivos na delegacia de Biguaçu.

Leia também:
Ao completar 11 anos, Lei Maria da Penha ganha "contador" de agressões
SC é o segundo Estado menos violento para mulheres no Brasil, aponta Ipea
Ação conjunta é fundamental para enfrentar violência contra mulher no campo
"Sozinhas: histórias de mulheres que sofrem violência no campo" apresenta relatos de solidão, agressões e humilhação

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCMário Motta: São José investe em melhorias na iluminação pública: https://t.co/mdZc6RrUnG https://t.co/ctEVHnf8CMhá 5 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCLuminárias acesas no Centro: quem paga essa conta? https://t.co/AQa3zDTyWM https://t.co/dpmOA8cWP7há 6 horas Retweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca