Quebra de hierarquia, exoneração e ação no Morro da Caixa expõem crise na Guarda Municipal de Florianópolis - Polícia - Hora

Versão mobile

Segurança23/11/2017 | 13h41Atualizada em 23/11/2017 | 13h41

Quebra de hierarquia, exoneração e ação no Morro da Caixa expõem crise na Guarda Municipal de Florianópolis

Discordância sobre forma de atuação da GMF levou 10 agentes a pedirem exoneração

Quebra de hierarquia, exoneração e ação no Morro da Caixa expõem crise na Guarda Municipal de Florianópolis Salmo Duarte/Agencia RBS
Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

A prefeitura de Florianópolis iniciou os trabalhos nesta quinta-feira, 23, com a necessidade de contingenciar o início de crise em um dos órgãos de segurança pública mais importantes da cidade, a Guarda Municipal (GMF). Na quarta-feira, 22, o subcomandante Carlos Fernandes, oito chefes de setor e a ouvidora da GMF pediram exoneração dos cargos de chefia por discordarem sobre o tipo de atuação que o órgão deveria ter na Capital. 

Os agentes que pediram exoneração acreditam que a GMF deveria fazer o policiamento ostensivo, entrando em "pontos de maior suscetibilidade de crimes" e agindo de maneira repressiva. Por outro lado, a comandante da GMF e secretária municipal de Segurança Pública, Maryanne Mattos, afirmou que houve a quebra de hierarquia e que a diretriz do governo municipal é realizar patrulhamento comunitário e preventivo.

— Eu solicitei que fosse seguida a diretriz determinada pelo prefeito, para que fizéssemos um policiamento comunitário e preventivo. Não queríamos entrar em áreas de risco, inclusive porque a gente sabe da situação da segurança pública em todo o Estado. A Guarda Municipal não tem nem efetivo, nem armamento adequado para ter esse enfrentamento e isso colocaria em risco, inclusive, a vida dos guardas municipais. Apesar disso, essa determinação não estava sendo cumprida — disse a secretária em entrevista à CBN/Diário.

A preocupação da comandante da GMF se mostrou justificada após uma ação frustrada no Morro da Caixa, na madrugada do dia 2 de novembro, na qual três agentes foram baleados por criminosos. De acordo com Maryanne Mattos, a ação não estava autorizada e deverá ser investigada pela Polícia Civil e pela corregedoria da GMF.

— Meses atrás colocamos essa preocupação com as ações que estavam sendo feitas naquela região. Não era para fazer (esse tipo de ação), até porque a Polícia Militar já tinha uma operação de enfrentamento ao crime organizado ali. No primeiro momento, o subcomandante (Carlos Fernandes) concordou com a orientação, disse que estava "tudo certo", mas de repente aconteceu o que aconteceu. Graças a deus que nenhum dos nossos colegas faleceu naquele dia.  

Duas viaturas da Guarda Municipal de Florianópolis foram atingidas por tiros na madrugada desta quinta-feira (2), no bairro Capoeiras. Três dos quatro servidores que ocupavam uma das viaturas foram baleados. Apenas o motorista saiu ileso.  Os ocupantes da segunda viatura atingida não se feriram.Segundo a ocorrência registrada pela Polícia Militar, o motorista da viatura atingida teria relatado que a equipe dele foi recebida pelos disparos ao entrar na Travessa Bela Vista, no Morro da Caixa. A PM foi acionada e fez buscas na região, mas ninguém havia sido preso até a manhã desta quinta-feira. http://horadesantacatarina.clicrbs.com.br/sc/geral/noticia/2017/11/tres-guardas-municipais-sao-baleados-em-florianopolis-9979782.html
Foto: Guarda Municipal / Divulgação

E foi exatamente o agora ex-subcomandante geral da GMF Carlos Fernandes que encabeçou o pedido de exoneração por parte de 10 agentes, todos em cargos de chefia. De acordo com Fernandes, "há algum tempo" não havia mais diálogo entre a secretária e o comando da GMF, apenas determinações para executar operações".

— A linha de pensamento não estava mais de comum acordo. Então, o comando se reuniu e decidiu pela pedida de exoneração do cargo de chefia. Discordamos da forma como estava caminhando. O termo policiamento repressivo e comunitário estão interligados, não há possibilidade de fazer um patrulhamento comunitário sem fazer o ostensivo. Para combater o crime é dessa forma e a gente entende que esse é o melhor papel da GMF para Florianópolis.

Cargos políticos 

Outra crítica feita pelos agentes que pediram exoneração diz respeito ao que seria o "uso político de agentes da Guarda Municipal". Segundo Fernandes, 20 guardas tinham sido desviados de suas funções para trabalhar em outras secretarias e órgãos do governo municipal.

— Isso não é exclusividade dessa gestão. Nos 14 anos de existência da GMF foram feitos desvios de função para atender pedidos, tudo feito de forma legal. Mas, infelizmente, com a defasagem de efetivo — que hoje era para ser de 800 (agentes) conforme a lei e estamos apenas com 166 — e com essa saída para outros cargos, o efetivo foi reduzido mais ainda. 

A comandante da GMF e secretária de Segurança Pública rejeita a acusação de uso político dos agentes e afirma que o deslocamento de guardas para funções em outras secretarias faz parte do corpo operacional da Guarda Municipal.

— Temos especialista em trânsito que está dentro da Diretoria de Operações de Trânsito. Temos outro que tem reconhecimento nacional de sua especialização como diretor da Defesa Civil, onde também temos três guardas treinados e capacitados para esse trabalho. Temos outro guarda no Detran, que é uma contrapartida de um convênio firmado com o governo estadual. Temos ouvidoria, corregedoria...

Enquanto trabalha para contingenciar o início de uma crise institucional na Guarda Municipal, a prefeitura de Florianópolis agiu rápido para repor a saída dos 10 agentes. Segundo Maryanne Mattos, ontem mesmo já houve a nomeação de alguns agentes e hoje deverá acontecer a nomeação de mais um chefe de operações que aceite as diretrizes da prefeitura.

Leia mais notícias da Grande Florianópolis


 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCApós renovação, Claudinei Oliveira traça meta: "Recolocar o Avaí na Série A". https://t.co/w3YgUlWB30 https://t.co/SqcRezfBNhhá 7 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCPM forma parte de nova turma de soldados em Florianópolis e anuncia distribuição dos policiais.… https://t.co/0pEC2YTLulhá 8 horas Retweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca