Justiça faz primeira audiência do caso de PMs acusados de matar homem na Capital - Polícia - Hora

Versão mobile

Morro do Horácio19/01/2018 | 11h21Atualizada em 19/01/2018 | 11h21

Justiça faz primeira audiência do caso de PMs acusados de matar homem na Capital

Dupla de policiais foi denunciada pelo MP sob a suspeita de ter matado um homem que estaria rendido

Diário Catarinense
Diário Catarinense

Será na próxima quarta-feira, as 14h, no Fórum da Capital, a primeira audiência de instrução e julgamento de dois policiais militares acusados de matar Fabrício Pires da Rosa, em 4 de novembro de 2016, no Morro do Horácio, na região do Bairro Agronômica. Segundo a denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) aceita pela Justiça, a vítima estava rendida pelos PMs quando eles deram dois tiros no rapaz.

Na época da morte, a versão oficial da PM dizia que a vítima tinha reagido e morrido em confronto na operação que buscava armas e drogas na comunidade onde dois meses antes o policial militar Vinicius Alexandre Gonçalves, 31 anos, morreu em serviço.  O MP ofereceu denúncia contra os PMs baseado em depoimentos de testemunhas que indicam a morte da vítima já rendida por motivo torpe e sem chance de defesa.

Nesta primeira audiência serão ouvidas duas testemunhas. Conforme a denúncia, os PMs dispararam um tiro cada um contra Fabrício quando este saiu de uma quitinete e se entregou com as mãos para cima. Depois, narra o documento da promotoria, os denunciados dispararam com um revólver calibre 32 e colocaram a arma na cena do homicídio e próximo ao corpo de Fabrício como suposta forma de justificar eventual reação.

Em outubro do ano passado a Justiça aceitou a denúncia contra os policiais e ainda determinou que eles ficassem afastados da função. Neste mês de janeiro, eles tiveram negado o pedido para voltar a trabalhar. A defesa dos dois PMs pretende pedir absolvição sumária deles pelo entendimento de que as provas são fracas e não se sustentam. O advogado Eduardo Cleto Righetto acredita que as versões apresentadas são conflitantes.

Leia mais notícias do DC

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SC" A gente deixou de jogar, tinha que se impor mais", diz jogador do Avaí após derrota para a Chape… https://t.co/cnwSbFccJrhá 53 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCEscolinha de Arte de Florianópolis abre inscrições para cursos gratuitos. https://t.co/XWWGKtZ9K9há 57 minutosRetweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca