Guardas municipais de Florianópolis reclamam de más condições de trabalho - Polícia - Hora

Versão mobile

 

Insatisfeitos30/03/2018 | 16h12Atualizada em 30/03/2018 | 16h28

Guardas municipais de Florianópolis reclamam de más condições de trabalho

Assunto será tema de reunião na Câmara de Vereadores, na próxima segunda-feira, às 15h, na Comissão de Segurança Pública do Legislativo

Guardas municipais de Florianópolis reclamam de más condições de trabalho Reprodução/Reprodução
Balde no refeitório é usado para tentar minimizar incômodo de goteiras na base da Guarda Municipal Foto: Reprodução / Reprodução

Quatro meses após nove guardas municipais de Florianópolis pedirem exoneração dos cargos de comando que exerciam, agentes da Guarda Municipal da Capital voltaram a reclamar das condições de trabalho na corporação. Viaturas com alta quilometragem e pneus carecas, efetivo bem abaixo do que o previsto quando da criação do órgão em 2004, defasagem salarial, ausência de equipamentos, falta de segurança e problemas estruturais na base da corporação, um casarão localizada na cabeceira continental da Ponte Pedro Ivo Campos, em Coqueiros, são alguns dos problemas apontados pelos agentes. 

A Prefeitura da Capital, através do Comando da Guarda, admite parte das dificuldades, mas garante estar trabalhando para superá-las, embora isso não tenha data para acontecer efetivamente. Ciente dos problemas, a Comissão de Segurança Pública da Câmara de Vereadores de Florianópolis, por meio do vereador Maikon Costa (PSDB), convocou uma reunião ampliada para debater o assunto na próxima segunda-feira, às 15h, na sede do Legislativo municipal.

— A situação da Guarda Municipal de Florianópolis é deplorável — resume o parlamentar Maikon. 

Vídeos que circulam no WhatsApp desde a noite de quinta-feira, dia 29, mostram o quartel-general da Guarda tomado por goteiras em diferentes partes do prédio e até janelas sem vidros durante um temporal na cidade. As imagens, de conhecimento do Comando, foram feitas na noite de quinta, segundo os agentes. No relato, eles dizem que às vezes "falta água para beber e papel higiênico" e questionam "tem condições de se alimentar num ambiente desses". Reclamam da inexistência de bases avançadas em outras regiões da cidade, em especial na Ilha, onde se encontra mais de 95% do território florianopolitano, e citam até viaturas que foram guinchadas. 

O efetivo, atualmente de 166 guardas, está longe do que estipulava a Lei Complementar 119, de 2003, que criou a corporação e previa 650 vagas até 2017, um número que hoje os profissionais e o próprio comando sabem que não será possível alcançar.

— A maior parte das viaturas, oito, são locadas, com rodagem acima de 250 mil quilômetros e pneus nos arames. Outros dois são próprios, mas também estão péssimos. Em uso, são esses nossos veículos. Já a lei da Guarda vem sendo desrespeitada rotineiramente, não temos progressão na carreira, os guardas aprovados no último concurso não foram chamados, a situação na sede é terrível, quando chove precisamos sair correndo para tirar móveis e computadores da chuva — relata o guarda municipal Leandro Antônio Miranda, afastado do serviço desde novembro do ano passado, depois de ser baleado nas costas após ataque de traficantes a uma viatura nas redondezas do Morro da Caixa, na região continental de Florianópolis. Além dele, outros dois guardas ficaram feridos. 

Outro guarda municipal, que prefere não se identificar, faz coro as reclamações e diz que o efetivo da Guarda, de 166 agentes, é menos da metade do total de cargos comissionados na prefeitura, de 390 contratados de "confiança", de acordo com o Portal Transparência do Município. 

— Essa é a importância que a Guarda tem, por que não tira um pouco dos comissionados — questiona.

Comandante da Guarda e secretária de Segurança fala em superar problemas

Maryanne Mattos, comandante da Guarda Municipal e secretária de Segurança Pública em Florianópolis, teve acesso aos vídeos citados na reportagem. Não sabe, porém, se as imagens realmente foram feitas na noite de quinta-feira. Ela reconheceu, contudo, os problemas estruturais na base, e disse que o município "vem fazendo pequenos reparos". Um obstáculo, aponta a secretária, é o tombamento da edificação considerada de valor histórico ao município. Maryanne diz que "são necessários muitos estudos" e "não se pode usar qualquer telha, qualquer piso". Isso tudo, destaca, dificulta a manutenção da estrutura.

— A gente está estudando se faz uma reforma, que seria um restauro, ou até se trocamos de endereço.

Sobre o efetivo da Guarda, Maryanne afirma ser esse um problema "que já vem das outras administrações". Até hoje, foram feitos apenas dois concursos para entrada de novos guardas, o último em 2015, em que 25 agentes ainda aguardam para serem chamados a integrar as fileiras da corporação. Ao falar na questão, a comandante Maryanne diz que a prefeitura "está no limite prudencial da lei de responsabilidade fiscal" - teto estabelecido por lei para gastos com pessoal -, o que impede aumento no quadro de funcionários e folha de pagamento. 

— O prefeito autorizou prorrogarmos por mais dois anos o concurso, para assim que melhorar essa questão do limite prudencial que é analisada pelo Tribunal de Contas, para termos a possibilidade de chamar esses concursados. O concurso estava para vencer, mas renovamos porque queremos chamar esses guardas — explica Maryanne, para dizer que equipamentos básicos, como água mineral e papel higiênico, foram adquiridos recentemente e não estão em falta.

A secretária diz que processos licitatórios estão em curso para aquisição de novas viaturas e também locação de veículos. Os procedimentos estão em andamento e não têm data para conclusão. Sobre a reunião ampliada na Câmara, na próxima segunda-feira, Maryanne revela que a pasta enviará um representante ao encontro.



 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCScarlett Johannson torna-se a atriz mais bem paga de Hollywood https://t.co/g2TQu0LQKrhá 2 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCFernanda Nobre muda visual e impressiona seguidores com cabelos platinados https://t.co/6qzujH8dSKhá 4 horas Retweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca