Protesto por morte de adolescente pela polícia bloqueia o trânsito na Via Expressa - Polícia - Hora

Versão mobile

 

Florianópolis16/07/2018 | 20h53Atualizada em 16/07/2018 | 21h49

Protesto por morte de adolescente pela polícia bloqueia o trânsito na Via Expressa

Neste momento a situação já está normalizada, garante a PM. Dentro da comunidade, no entanto, moradores relatam um clima tenso, inclusive com registro de tiros

Protesto por morte de adolescente pela polícia bloqueia o trânsito na Via Expressa Marco Favero/Diário Catarinense
Bombeiros, com apoio da PM, controlam chamas de barricadas feitas nas proximidades do viaduto da Chico Mendes Foto: Marco Favero / Diário Catarinense

Um grupo de pessoas colocou fogo em pneus, colchões e outros objetos nas cercanias do viaduto da Chico Mendes, na região continental de Florianópolis, por volta de 19h desta segunda-feira. As barricadas foram montadas em uma rua que passa embaixo da BR-282, a Via Expressa, e deixaram o trânsito bloqueado por alguns minutos na rodovia federal no sentido da Ponte Pedro Ivo Campos – o sentido contrário teve lentidão no tráfego de veículos. A região do viaduto da Chico Mendes também ficou com o trânsito completamente interrompido. Ninguém foi detido pelos atos.

Neste momento a situação já está normalizada, garante a PM. Dentro da comunidade, no entanto, moradores relatam um clima tenso, inclusive com relatos de tiros.

Segundo a Polícia Militar (PM), não ocorreram assaltos ou arrastão de criminosos na região, como chegou a circular em grupos de WhatsApp. O protesto ocorreu em função da morte de um adolescente de 16 anos, baleado pela PM, na madrugada de domingo na comunidade Chico Mendes, no bairro Monte Cristo.

De acordo com o tenente-coronel Sandro Cardoso da Costa, comandante do 22º Batalhão da PM, um grupo de pessoas colocou fogo nos objetos pouco antes das 19h. Como havia tráfego intenso na região, muitos motoristas se assustaram e trafegaram na contramão, o que acabou se alastrando pelos aplicativos de mensagens também com a falsa informação de ocorrência de arrastões.

— Não teve nada de arrastão, isso é falso. Foi um grupo de criminosos que colocou fogo em entulhos ali perto do viaduto. A situação já está normalizada — afirma Costa.

Segundo episódio de tensão em menos de 24 horas

 FLORIANÓPOLIS, SC, BRASIL - 16/07/2018Comunidade da Chico Mendes protesta contra morte de menor assassinado pela Polícia
Dezenas de policiais deslocaram-se para atender a ocorrênciaFoto: Marco Favero / Diário Catarinense

As barricadas montadas embaixo do viaduto da Chico Mendes foram o segundo episódio de tensão na região em menos de 24 horas. Tudo isso depois que um adolescente de 16 anos morreu na manhã de domingo (15), após ser atingido por tiros na comunidade. 

Segundo a PM, houve confronto com a polícia e o rapaz foi atingido. Uma pistola que estaria com o jovem foi apreendida. Um parente da vítima, porém, diz que ele não estava armado e que policiais já teriam chegado atirando ao local.

Horas depois, já na noite de domingo, houve confronto de homens que colocavam fogo em colchões no viaduto e policiais militares. O segundo fato foi às 23h30min. De acordo com o relatório da PM, ao atender a ocorrência os policiais viram dois homens com pneus nas mãos fugindo para a Chico Mendes. 

A PM afirma que a guarnição fez incursão e foi recebido a tiros. Houve chamado de apoio e nova ação no local. Um adolescente de 15 anos com passagem por tráfico foi apreendido, além de uma pistola calibre 45, maconha e uma balança.

Leia mais notícias

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCFigueirense sobe atletas ao grupo principal e aguarda rodada https://t.co/Y83dswKvqShá 33 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCBeira-Mar Continental recebe Corrida Insana Floripa neste domingo https://t.co/NZ8uALPBMyhá 1 horaRetweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca