IGP identifica jovem morto em Florianópolis, que registra 99ª morte violenta em 2018 - Polícia - Hora

Vers?o mobile

 
 

Morto no fim de semana25/09/2018 | 14h34Atualizada em 25/09/2018 | 16h18

IGP identifica jovem morto em Florianópolis, que registra 99ª morte violenta em 2018

Com mais este homicídio, Florianópolis registra agora 99 mortes violentas ¿ incluindo latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes em intervenção policial

O Instituto Geral de Perícias (IGP) identificou nesta terça-feira (25) o homem assassinado e enterrado em uma cova rasa em um terreno baldio na região do Morro do Mosquito, em Florianópolis. Osvaldo Vieira, 18 anos, era natural de São José. Com essa morte, o número de homicídios na Capital chega a 99 neste ano.  

O corpo foi encontrado na segunda-feira em avançado estado de putrefação. Segundo a Delegacia de Homicídios, o jovem foi morto no último fim de semana.

De acordo com o delegado Ênio Mattos, titular da Delegacia de Homicídios da Capital, familiares do jovem assassinado procuraram a polícia no fim de semana para relatar o desaparecimento de Vieira. Os parentes disseram também suspeitar que o rapaz tivesse sido levado por traficantes para a região do Morro do Mosquito, na Vargem do Bom Jesus, no norte da Ilha. 

Os policiais da Delegacia de Homicídios, da Central de Investigação do Norte da Ilha (Cini) e da 7ª Delegacia de Polícia realizavam buscas após receberem a informação que uma pessoa havia sido morta e enterrada naquela localidade. A suspeita é de que o crime tenha relação com o tráfico de drogas. 

Florianópolis registra 99 mortes violentas em nove meses de 2018

Com mais esse homicídio, Florianópolis registra agora 99 mortes violentas em nove meses de 2018. A estatística, na comparação com o mesmo período do ano passado, aponta para uma diminuição, já que 2017 registrou 180 mortes violentas na Capital, recorde desde que os registros começaram a ser feitos. 

As 99 mortes violentas registradas até 25 de setembro deste ano, no entanto, já são superiores a todos os assassinatos ocorridos em Florianópolis em 2016, quando foram 92 casos de homicídios, latrocínios, mortes em intervenções policiais e lesões corporais seguidas de morte. 

Leia mais notícias da Grande Florianópolis

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCFigueirense aguarda por 'reforços' após brecha no calendário da Série B  https://t.co/lmPRPlfVMDhá 1 horaRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCNorte-americanos vencem o Ironman Brasil 2019, em Florianópolis  https://t.co/e1TVv5ewbLhá 1 horaRetweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca